Carta do Pr. Emidio e Angelina Coura


Baia da Traição, 08 de maio de 2020

Amados irmãos,

Daisy Correia e departamento de Missões,

Atendendo à solicitação, vou tentar relatar o que temos feito em tempo de pandemia. Obedecendo a ordem da JMN para não entramos nas Aldeias desde o dia 24/03. Porque se alguém ficar doente do covid-19 poderão nos culpar de ter transmitido para eles. Mas, parece que o trabalho aumentou. Todos os dias temos cultos. A PIB Potiguara na Aldeia Alto do Tambá tem realizado culto através da internet. Já usamos o aplicativo Zoom e agora o Google Meet. O alcance é bem maior porque não fica restrito só no local, mas tem alcançado outros municípios e até estados onde tem índios e até parentes e amigos. Alguns não tem celulares com capacidade para usar o aplicativo, outros até tem mas não sabe usar. Mas eles vão até a casa mais próxima e assistem. Nas segundas feiras a MCM realiza culto, nas terças-feiras as Mensageiras do Rei também fazem a sua programação dando estudo bíblico. Nas quartas feiras tem culto de oração e estudo bíblico. Nas quintas uma equipe dos embaixadores do Rei juntamente com as mensageiras faz visitas em outras Aldeias levando um pequeno estudo bíblico ou uma palavra de conforto. Fizeram isso até quinta-feira passada, porque agora estão proibindo até os próprios índios de irem às outras Aldeias. Nas sextas feiras o SMHB também realiza culto. Aos sábados culto com todos os departamentos, tem até dinâmica bíblica. Aos domingos culto. A EBD é feita em casa com a família estudando a lição da revista (Literatura Batista).

Angelina está confeccionando máscaras e já distribuiu até hoje 173 máscaras. Nosso relacionamento com eles tem sido assim: O vice-presidente da Igreja e alguns da diretoria passam por aqui rapidamente para tratar de assuntos e pegar literatura e máscaras para distribuir e também por telefone e WhastsApp.

Que Deus abençoe os irmãos e guarde.

Estamos à disposição para quaisquer outras informações.

Pedimos desculpas pela demora da resposta. 

Seus missionários

Pr. Emidio e Angelina Coura