Esse Homem Chamado JESUS


Jesus, sem dúvida, foi alguém fora do comum. Um homem simples, de origem humilde, mas que, em cerca de três anos e meio de ministério, tendo apenas a companhia de doze homens, simples e falhos, marcou a história humana ao ponto de que esta foi dividida em antes e depois dele.

Ele não deixou nada escrito de próprio punho, mas os registros de suas ações, seus ensinos e seu exemplo têm sido reproduzidos em todo o mundo, fazendo da Bíblia o livro mais vendido do planeta. Nações têm se estabelecido a partir dos princípios de justiça e respeito ao outro que esse livro apresenta. Com base nesse livro, pessoas têm reconstruído vidas que, muitas vezes, estavam à beira do próprio fim.

Tudo isso pelo fato de que por trás dessa história, está um Deus poderoso, que cumpre o que promete, chegando a fazer com que Israel voltasse a existir como nação, depois de 1878 anos desde a destruição de Jerusalém, no ano 70, e a dispersão do seu povo em inúmeras nações.

Toda a Bíblia aponta para Jesus, sua vinda ao mundo, sua vida e seu sacrifício na cruz. Nós, que nos havíamos afastado de Deus em função do pecado, que é tudo aquilo que fazemos que vai na contramão do que Deus estabeleceu como essa via de justiça e da prática do bem, por conta desse sacrifício de Jesus, somos reconciliados com o Criador, perdoados dos pecados, recebemos a promessa de vida eterna com Ele no céu.

Jesus prometeu que estaria com aqueles que o recebessem, em todo o tempo. Quem o recebe encontra uma nova experiência de vida, que é mais valorizada que a experiência anterior, quando não tinha recebido a Jesus como Salvador e Senhor, tendo a presença de Jesus, por meio do Espírito Santo, como prometeu no evangelho de João, capítulos 14 e 16.

Podemos tentar nos colocar na posição de julgar a Deus, até porque há coisas que não entendemos a respeito dele, pois transcende à nossa capacidade de entendimento. Mas seremos surpreendidos pelo fato de que Ele é quem há de nos julgar.

E esse Jesus foi quem disse:

"Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porquanto Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem nele crê não é julgado; o que não crê já está julgado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus" (João capítulo 3, versos de 16 a 18).

Fica, para finalizar, uma pergunta: "Que gosto tem uma laranja?"

Só sabe quem dela provou.

Ter a Jesus como Salvador e Senhor é a melhor decisão que alguém pode tomar na vida. milhões de pessoas no mundo inteiro podem testemunhar dessa verdade.

A Bíblia fala que Filipe foi compartilhar com Natanael que havia encontrado o Messias, Jesus. Natanael mostrou desconfiança a respeito. Filipe disse, então: "Venha e veja". Depois de conhecer a Jesus Natanael disse: "Senhor meu e Deus meu!"